Parar a pílula para engravidar: implicações

Tomar anti concepcional oral - ou a pílula - é algo comum para a maioria das mulheres nos dias de hoje. Porque não querem engravidar, tomam a decisão - madura e responsável - de tomar a pílula para evitar uma gravidez indesejada, numa altura em que ainda não se sentem preparadas para ser mães. 
Quando chega a altura de ter filhos há que parar com este anti-concepcional (pílula). Muitas mulheres têm receio que a toma da pílula - por vezes - durante períodos prolongados - venha a influenciar a sua fertilidade e a prejudicar - ou mesmo a impedir - as suas hipóteses de gerar um filho. 

Quem tomou a pílula tem menos probabilidades de engravidar? 

Não! Isso é um mito. Não há nenhum estudo científico que comprove que a pílula tem interferência na fertilidade da mulher. Aliás, este anti concepcional é muitas vezes receitado por médicos para controlar o síndrome de ovários poliquísticos - ou policísticos (SOP) -, de forma a regular o ciclo menstrual da mulher e a controlar o seu funcionamento.
Pelo contrário, muitas mulheres engravidam imediatamente a seguir à paragem da pílula, outras engravidam até mesmo tomando a pílula - porque se esquecem de uma das tomas diárias. Algumas mulheres referem que, após a toma da pílula, demoraram muito tempo a conseguir engravidar. Mas isto não tem necessariamente a ver com este tipo de anti-concepcional. Não há garantias de conseguir engravidar logo nos primeiros ciclos, quer a mulher tenha tomado pílula anteriormente ou não. Um casal sem problemas de infertilidade pode demorar até cerca de um ano a conseguir engravidar. Recomendamos a leitura de: Quanto tempo uma mulher demora a engravidar?

Atraso menstrual no primeiro ciclo sem pílula

É importante perceber que, quando se pára a pílula, os primeiros ciclos poderão não ter, logo, o tamanho normal. É relativamente comum que a menstruação atrase no primeiro ciclo sem este anti concepcional. Muitas mulheres - que páram de tomar a pílula porque querem engravidar - ficam cheias de esperança, achando que estão grávidas... e depois têm uma grande decepção quando, dias mais tarde, a menstruação aparece.

Esperar pelo menos um ciclo natural para poder identificar os dias férteis

Como já dissemos inúmeras vezes aqui, só é possível engravidar durante o período fértil da mulher (para mais informações consulte: É possível engravidar fora do período fértil?). Por isso é que é tão importante calcular quais os dias férteis para engravidar. Sugerimos a leitura de:

Mas, para calcular o período fértil é necessário identificar primeiro o tamanho do ciclo. Para isso, a mulher deverá esperar, pelo menos, um ciclo menstrual natural (isto é, um ciclo completamente livre de pílula). Mas, em muitos casos, é necessário mais do que um ciclo para que tudo estabilize.
Por essa razão, nos primeiros ciclos após a paragem do anti concepcional, talvez seja mais fiável manter relações, em dias alternados, durante cerca de oito dias antes do dia previsto para a ovulação e até 6 dias depois, até ter certeza de que o tamanho do ciclo já estabilizou. Desta forma, abarcar-se-à um período maior de tempo, aumentando as hipóteses de acertar nos dias férteis.
Se não quer mesmo falhar, mantenha relações regulares (três vezes por semana) durante todo o  ciclo menstrual. Mas lembre-se: engravidar não é tão simples como se pensa e não é porque se mantêm relações durante o período fértil que se consegue, imediatamente, conceber um filho. Recomendamos a leitura de: Identificar o tamanho do ciclo menstrual 

Um erro comum: contar os ciclos em que se tomou pílula 

Quando se toma a pílula todos os ciclos menstruais são regulares e têm 28 dias de duração. Mas este é um tamanho "fabricado". Por isso, quando se pára a pílula para dar início às tentativas de conceber um filho, não se devem considerar os ciclos em que se tomava este anti-concepcional. Apenas se devem considerar os ciclos após o término da toma. Só assim se estará a ter em conta a "verdadeira" informação para poder identificar corretamente os dias férteis.. Recomendamos a leitura de Erros na identificação do período fértil 

Antes de deixar de tomar a pílula

Deve consultar o seu médico antes de deixar de tomar o anti concepcional. É importante, antes de iniciar as tentativas para engravidar, realizar uma consulta pré-concepcional. Saiba mais em Consulta pré concepcional
É também muito importante tomar ácido fólico pelo menos dois meses antes de iniciar as tentativas para engravidar. Por isso, antes mesmo de deixar a pílula, fale com o seu médico para que este lhe possa receitar esta vitamina, tão importante para evitar casos de mal formações no tubo neural do seu futuro bebé. Recomendamos a leitura de Quando começar a tomar ácido fólico?

5 comentários:

  1. Olá,

    Eu tenho 38 anos, tomei pilula por 8 anos seguidos. Em outubro de 2011 resolvi parar de tomar. Fui à ginecologista, mas ela n me pediu exame nenhum somente me indicou ácido fólico.

    Praticamente 1 ano depois não engravidei, nos primeiros meses fiquei muito ansiosa, mas nada aconteceu. Na época n contei ao meu marido q parei com as pilulas pq queria fazer surpresa, porém durante uma briga ele me disse que n queria ter filhos. Mesmo assim eu não voltei a tomar o anticoncepcional. Tentava apenas fazer a tabelinha para n ter relações nos dias mais prováveis, pois não queria me intoxicar de medicamento de novo.

    Hoje minha realidade é outra, disse ao meu marido que queria engravidar em 2013 e ele disse que quer ainda esse ano. Eu ainda não tive coragem de dizer para ele que parei com as pilulas ano passado, pq ele pode considerar uma traição.

    Estou pensando o que vou fazer quando tivermos que ir na consulta pré concepcional, como vou passar essa informação para o médico sem meu marido saber.


    Desculpem o jornal, mas n tenho com quem desabafar.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Querida: como já deve te ouvido dizer, a partir dos 35 anos é mais difícil engravidar. Os especialistas recomendam que, por norma, um casal tente engravidar durante um ano antes de consultar um especialista em infertilidade. Mas, no caso das mulheres com mais de 35 anos, eles recomendam que apenas se espere seis meses. Por isso, recomendo que seja sincera com o seu marido. A sua ginecologista deve saber que já tentou durante mais de um ano...Não convém estar à espera mais tempo... Porque não me envia uma mensagem privada com as suas últimas 5 datas as menstruações? Talvez eu possa ajudar.
    Margarida Braga

    ResponderExcluir
  4. oi meu nome é Tatiane tenho 23 anos estou tentando engravidar a 9 meses não consigo identificar meu periodo fertil pois minha menstruação é desrregulada pode me ajudar.

    ResponderExcluir
  5. Olá Tatiane:
    se tem um ciclo muito irregular deve consultar um ginecologista. Irregularidade pode ser sintoma de algum problema sim e pode ser necessário regular o ciclo.
    Pode experimentar comprar teste de ovulação para ajudar a identificar a ovulação

    ResponderExcluir

Deixe a sua dúvida ou comentário.
Devido ao nº elevado de comentários, não poderei responder a todos!

Os comentários serão moderados, isto é, serão lidos antes de serem publicados.

Não serão publicados comentários que:
- peçam opinião sobre casos clínicos;
- ofendam pessoas ou instituições;
- contenham links;
- com propagando (spam.