Quando começar a tomar ácido fólico?

Antes de engravidar e durante a gravidez, os especialistas recomendam que a mulher tome suplementos de ácido fólico, assim como outros suplementos como o iodo (recomendado pela Organização Mundial de Saúde), o zinco e outros (leia mais sobre todos os suplementos a tomar antes de engravidar no artigo Vitaminas pré-concepcionais).
Mas afinal o que é ácido fólico? Porque é que é recomendado tomar mesmo antes de começar a tentar engravidar?

O que é ácido fólico? Porque é necessário o suplemento?

O ácido fólico é uma vitamina do complexo B. Tem um papel fundamental no processo da multiplicação celular, sendo, por isso, muitíssimo importante durante a gravidez (o feto precisa de significativas quantidades devido à intensa multiplicação celular necessária à formação de uma nova vida). 
Os especialistas recomendam que a mulher que está a tentar conceber um filho deve começar a tomar ácido fólico cerca de dois a três meses antes de iniciar as tentativas de concepção. A razão é simples: tomar ácido fólico diminui muito os riscos de má formação do tubo neural no feto. Importa referir aqui que estas mal formações no tubo neural são a segunda causa mais comum de morte perinatal.

Porquê começar a tomar tão cedo, cerca de dois meses antes de inciar as tentativas?

O suplemento de ácido fólico ajuda a diminuir drasticamente as mal formações do tubo neural mas este é formado logo no primeiro mês de gestação, entre a segunda e quarta semana de gravidez. Ora, a mulher só toma conhecimento da sua gravidez quando está grávida de 4 ou 5 semanas, às vezes até mais tarde. Isto significa que, se uma mulher começar a tomar ácido fólico apenas quando descobre  a gravidez, o tubo neural já estará formado... Por esta razão, na consulta pré-concepcional, o médico obstetra recomenda a toma do suplemento desta vitamina dois meses antes de começar a engravidar, de forma a suprir alguma carência que a mãe tenha desta vitamina.
Recomendamos a leitura de: Consulta pré-concepcional e Preparar a gravidez
O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos afirma que uma mulher que inicia a toma do ácido fólico pelo menos um mês antes de engravidar diminui o risco de mal formações no tubo neural entre 50% a 70%!
É uma vitamina muito barata que até pode ser disponibilizada gratuitamente em alguns postos de saúde mas que acarreta grandes benefícios.

Leia também: O ácido fólico ajuda a engravidar?
Vitaminas pré-concepcionais

Que alimentos contêm ácido fólico?

Há muitos alimentos que contêm ácido fólico. No entanto, durante a gravidez, são necessários níveis muito altos da vitamina para suprir as necessidades da mãe e do bebé. Por isso, a alimentação não será, na grande maioria dos casos, fonte suficiente de ácido fólico. Daí a necessidade
do suplemento.
Os alimentos que contêm ácido fólico são, por exemplo: O espinafre, espargos, alface, feijão, cereais, arroz, brócolos, vegetais de folha verde escura, fígado, gema de ovo e citrinos. No entanto, a cozedura em água implica a eliminação da quase totalidade da vitamina. Prefira, sempre que possível, a cozedura ao vapor.
Recomendamos a leitura de Alimentação correta na Gravidez

Que tipo de mal formações se pode prevenir com o suplemento de ácido fólico?

Como já foi referido atrás, o ácido fólico previne, essencialmente, mal formações do tubo neural, sendo as mais comuns a espinha bífida, a anencefalia (ausência de cérebro) mas também encefalocele.

Estou grávida e ainda não iniciei a toma de ácido fólico... e agora?

Se está grávida e não tomou ainda, incie, assim que possível a toma do suplemento. Ele será necessário ao longo de toda a gravidez para um bom desenvolvimento do bebé. Não se preocupe. Estas mal formações representam apenas uma pequena percentagem de gestações (cerca de 0,2 a 0,4%). Consulte sempre o seu médico e faça um bom acompanhamento pré-natal.